quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

O poder da atitude positiva


Chegamos ao final deste mês de janeiro todo dia com 31 posts publicados sem falhar! Ufa! Foi uma jornada curiosa, cansativa mas acima de tudo, de muito aprendizado. Quando me propus à fazer pela primeira vez um mês de postagens diárias foi para acima de tudo testar meu foco, persistência e firmar um novo hábito que quero manter: começar e terminar coisas. Ao longo dos dias, semanas, meses, a gente vai tendo várias idéias né? Principalmente quem trabalha em fábrica sabe como que é a cabeça. Você viaja... pensa em tudo, faz planos, afinal, alguns trabalhos são tão repetitivos e monótonos que te propiciam muitos momentos para reflexão. 



Mas dessas reflexões, idéias e pensamentos, pouca coisa acaba se concretizando. E como eu disse no primeiro post deste ano, a palavra para mim em 2018 é hábito e tenho uma segunda também: resiliência. 
Lembra do papo sobre atitude positiva? Queria fechar esse mês falando mais um pouquinho sobre isso.

Você já pensou alguma vez o que separa os melhores do restante? O que separa o medalhista de ouro do medalhista de prata nas Olimpíadas? O que separa uma pessoa que passou por uma dificuldade e superou e outra que passou por dificuldades semelhantes mas desistiu?

É a atitute.

Mas uma vez vou usar o livro Você Faz a Diferença para conversarmos aqui. 
É claro que devemos entender que de vez em quando surgem na história pessoas com dons tão extraordinários que a maioria das pessoas por mais que se esforçassem não chegariam perto. 



Mas Denis Waitley no The Winner's Edge afirma:

"...a vantagem do vencedor não está em nascer em berço de ouro, em ter QI ou em ser talentoso. A vantagem do vencedor está na atitude, não na aptidão. Atitude é o critério para o sucesso. Mas não se pode comprar um atitude por um milhão de dólares. As atitudes não estão à venda."

Muitas coisas aconteceram, estão acontecendo e irão acontecer comigo e com você. Nem sempre podemos escolher o que acontece conosco, mas sempre podemos escolher como reagimos ao que acontece conosco. 

Algumas coisas da vida escapam do nosso controle. Outras não. Mas é esse o ponto. A nossa atitude diante das coisas que escapam do nosso controle é o que pode realmente de fato fazer a diferença. Esta é a razão pela qual a sua atitude é sua maior qualidade ou sua maior deficiência. 
É ela que prepara ou acaba com você. 
Ela pode levantar ou derrubar você.

"Uma atitude mental positiva não lhe permitirá fazer tudo. Mas ela pode ajudá-lo a fazer qualquer coisa melhor do que você faria se sua atitiude fosse negativa."

Então desejo que fevereiro se inicie com essa reflexão. Sobre o poder das atitudes em nós e a diferença que elas podem causar na nossa vida.

Bora refletir?

Amanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Seja bem vindo(a)! Deixe seu comentário, críticas ou sugestões para nós! É muito importante saber sua opinião!!
Muito obrigada por sua visita!