quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Bisfenol - A - Você conhece este perigo?


Alerta!

A primeira vez que ouvi falar do Bisfenol-A foi numa palestra do Dr. Lair Ribeiro. Nela, o médico alertava sobre os danos  que este componente causa  à nossa saúde e como manter-se livre dele no nosso dia a dia. 

Mas o que é o Bisfenol-A?

Proibido em diversos países, o Bisfenol A ou BPA é um difenol, utilizado na produção do policarbonato.

A matéria Como manter o bisfenol A longe de seu filho da Veja do dia 14 de outubro de 2011 definiu muito bem o vilão em questão:

"O bisfenol A é um composto químico que pode ser encontrado em plásticos que apresentam em sua composição o policarbonato e em revestimentos internos de latas que condicionam alimentos. De óculos de sol a acessórios de automóveis, produtos com BPA estão por toda parte. Mas são nos utensílios de cozinha, em especial os infantis, como mamadeiras e copos de criança, sobre os quais reside a preocupação dos médicos."

Resumidamente falando, o BPA pode ser encontrado principalmente em:

- Vasilhas de plástico
- Mamadeiras
- Chupetas
- Garrafas de plástico
- Brinquedos de plástico ( atenção à aqueles que a criança adora morder o dia todo)
- CDs, DVDs

Dentre muitos outros objetos.

Por que ele é perigoso?

A Dra.Tânia Bachega, endocrinologista do Hospital das Clínicas explica:
"No organismo, o BPA se comporta de maneira semelhante ao estrógeno, um hormônio feminino. Ele interfere diretamente no funcionamento de algumas glândulas endócrinas e pode aumentar ou diminuir a ação de vários hormônios"

Os maiores prejudicadas são fetos e crianças, portanto, este post é muito importante para mamães e papais principalmente. O contato prolongado com o BPA pode acarretar segundo muitas pesquisas à problemas no desenvolvimento e diretamente na saúde da criança. 
Os danos efetivos do BPA ainda estão sendo estudados mas os pesquisadores associam vários problemas ao componente, destacando-se:

- aumento do risco ao câncer, principalmente o de mama
- problemas de fertilidade
- alterações nas funções reprodutivas
- obesidade
- má formação da genitália
- diabete tipo 2,
- doenças cardiovasculares

Como prevenir

Ficarmos livre 100% de BPA acho bem difícil, mas acredito que há muitos ações que estão ao nosso alcance no dia a dia que eliminam pelo menos um pouco o contato com esta substância:

- Para as mamães: utilize mamadeiras e chupetas livre de BPA. No Brasil marcas como Avent, Mam e Kuka já fabricam seus produtos sem o componente. E se possível, opte por mamadeiras de vidro.
- Por ser liberado através do calor, procure não utilizar vasilha plástica no microondas exceto se ela for livre de BPA
-Evite tomar bebidas quentes em copos de plástico

Estou no Japão, e agora?

Geralmente os produtos que são livres de BPA contém na embalagem alguma menção de "BPA フリー".
Mamadeira japonesa livre de BPA


Brinquedo livre de BPA


Mais itens sem BPA

Evite comprar vasilhas feitas de policarbonato. Ou se forem, busque o símbolo que indique que é livre de BPA.
E para quem leva suas marmitas todos os dias para o trabalho, busque sempre as vasilhas de vidro ou de plástico que sejam BPA free.
Esta é uma das que tenho em casa:

Paguei 200 ienes

O post ficou enorme mas espero que possa ser útil principalmente às mamães e futuras mamães!

Ajude a divulgar esta informação!! Indique este post para sua amiga (o), irmã, prima, conhecida! Se você conhece alguém que esteja grávida indique a leitura! É muito importante!



Um beijo,

2 comentários:

  1. Nossa, eu levo marmita todos os dias! To indo la ver agora os meus potinhos!

    Obrigada por alertar!!!

    beijos

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu comentário, críticas ou sugestões para nós! É muito importante saber sua opinião!!
Muito obrigada por sua visita!