sábado, 16 de março de 2013

Diário de Viagem Entrevista - Okinawa











O Japão paradisíaco!

Um verdadeiro paraíso - é assim que podemos começar a definir Okinawa. Localizada ao sul do Japão, Okinawa é uma província constituída por 169 ilhas no total, tendo a cidade de Naha como sua capital. Com um  clima subtropical chegando a bater 40 graus no alto verão, Okinawa é um dos destinos mais procurados pelos turistas, uma vez que a região detém as mais belas praias do país, chegando a ser conhecida como a  "Havaí do Japão". E quem mora no Japão e ainda não foi para Okinawa certamente deseja ir um dia!!
Morando no Japão há 10 anos, Satie é empresária, ourives e design de jóias. Proprietária da LDI Games, Satie nos conta hoje como é possível sim fazer uma viagem com crianças de maneira segura e tranqüila. Muitas pessoas depois que casam e têm filhos acabam deixando de lado o prazer de viajar por achar ser algo inviável. Contudo, se bem planejada, a viagem com os pequenos pode ser inesquecível tanto para os pais, como para os filhos.
Vamos conferir as impressões da nossa convidada?

Bem vindos à Okinawa!


Clube da Nécessaire - Satie, quando e como você decidiu ir para Okinawa?
Satie - Amanda, decidi por Okinawa porque queria viajar com as crianças.
Confesso que não teríamos escolhido Okinawa antes dos meninos nascerem, pois sabemos que Okinawa é Japao, ou seja valor japonês em tudo,  diferente de outros resorts na Ásia que já havíamos ido anteriormente.

Minha lista de "Por quê Okinawa" - na visão de uma mãe paranóica:

-Japão é um país tão desenvolvido no aspecto saúde infantil que aqui não se toma 1/3 das vacinas que a criança toma no Brasil (essas doenças já foram erradicadas e ela não  corre o risco de contraí-las, simples assim). Okinawa por ser Japão, já erradicou as mesmas doenças.
- Hospitais e seguro saúde nacional, qualquer imprevisto com as criancas poderíamos usar o hokken (seguro saúde) que já temos.
- 3h de vôo, um vôo curto, pois ainda não sabíamos como os meninos reagiriam à pressão no ouvido.

E claro, tudo isso foi feito depois de cada um já ter tomado a primeira dose de Polio, ou seja assim que o Vitor fez 8 meses e a segunda vez assim que o Taiki fez 8 meses.



Clube da Nécessaire - Como você fez seu planejamento de viagem? Usou agência japonesa, fez tudo por conta ou foi por agência brasileira?
Satie -Para viagens curtas como essa que fizemos eu indico agências japonesas, pois normalmente são mais baratas. Uma dica boa que vi na TV japonesa: procure as brochuras impressas nos papéis monocromo, são as ofertas especiais de última hora, uma pechincha normalmente e que não coube na brochura normal da agência!
Voltando,  usei a JTB na primeira viagem e a HIS na segunda viagem. Tudo muito rápido e prático; a primeira vez fui até a agência, mas a segunda eu fiz pela internet mesmo. Normalmente eu reservo apenas hotel e avião e os outros passeios faço por conta. 

Clube da Nécessaire - Como foi a viagem em si? O que você achou do local assim que chegou? Era tudo o que você imaginava?
Satie - Okinawa é lindo, tropical, calorzinho, sensação de  Brasil, as construções  em concreto por causa dos freqüentes taifus, tudo lembra bastante o litoral do Brasil. Mesmo as pessoas, elas são mais amigáveis e abertas, os taxistas conversam muito, coisa difícil por aqui.
A ilha principal é enorme e o tempo de translado do aeroporto até o hotel pode ser de horas. Para quem estava acostumada com Saipan onde você atravessa a ilha em 30 minutos, essa demora foi um choque! A primeira vez, fiquei ate assustada, mas da segunda, já sabia, entao escolhi estrategicamente a localização do hotel.
Voce pode usar o transporte do próprio hotel ou alugar um carro, fiz as duas coisas. O transporte do hotel é mais rápido, pois na segunda vez nos levaram ate o local de locação do carro, e ai os carrinhos de bebe não cabiam no carro normal e tivemos que pegar um CUBE (que demorou a chegar). Era uma chuva torrencial,  demoramos quase 2 horas para sair dali (note-se que 2 horas com 2 bebes nao é um tempo curto). Recomendo o uso do transporte do hotel no translado aeroporto-hotel e o carro nos dias subseqüentes.
Para quem tem medo de viajar por causa do idioma, okinawa é Japão e se fala japonês, então se você se vira por aqui, lá não será diferente. Você também não terá problemas com comidas, encontrará as mesmas lojas de conveniência com as mesmas coisas que encontra por aqui.



Clube da Nécessaire -Quais pontos turísticos você conheceu em Okinawa?
Satie - Como estávamos com as crianças, não fomos a tantos pontos turísticos, na verdade aproveitamos o hotel e suas instalações.

Os filhos da Satie


As agências japonesas oferecem vários tours, mas recomendo que você mesmo monte o que voce achar mais apropriado para você. Lá encontra-se desde super passeios com snorkeling e mergulho até partes remanescentes da guerra (Okinawa abriga uma das bases americanas) e tem vários pontos turísticos referentes a Segunda Guerra Mundial.
A ilha em si é linda com milhares de pontos para mergulho (milhares sem exagero nenhum), quem curte deve verificar nos guias as melhores épocas para os melhores pontos, pois eles mudam conforme o período do ano.
Como disse a ilha é enorme, e provavelmente você pode levará 1 a 3 horas entre os pontos turísticos,  mas um local que recomendo muitissimo é o Okinawa Churaumi Aquarium,




demoramos 2h do primeiro hotel, mas lembramos de quando estávamos em Portugal, e fomos pro Aquário Vasco da Gama, nossos amigos portugueses nos dissera "Este era o maior aquário do mundo, mas agora construiram um maior no Japao" e é  exatamente o Churaumi! Você verá uma baleia, sim uma BALEIA dentro do aquário!  E tambem a caminho do aeroporto, o taxista nos perguntou para onde íamos e quando dissemos Okinawa, ele disse "Não deixe de ir ao aquário!" . Reserve se possível um dia para  este local! Vale muito a pena!

Clube da Nécessaire - Por possuir um clima mais ameno, a culinária é um pouco diferenciada do resto do país ou você achou igual ao que comemos por aqui também? Teve algum prato típico em especial que você provou e que mereça destaque?
Satie - Quando chegamos lá, a expectativa era de comer muito frutos do mar, afinal, ilha tropical né, mas como disse, Okinawa não é uma ilha tropical como as outras, onde frutos do mar são super baratos; lá o barato e típico é a carne de porco. Lamens locais com carne de porco, churrascos com carne de porco são famosos.
Um dos doces típicos que adoramos foi um barquinho com batata doce, é como se fosse uma bolachinha coberta com um creme roxinho (lembra anko) de batata doce e é delicioso. Experimente também algum prato típico com goya, dependendo da forma que eles preparam, não fica tão amargo e sim delicioso. Tenho que confessar que eu não sou muito fã de pratos amargos, mas eu gostei do goya.

Clube da Nécessaire - Um momento inesquecível da viagem
Satie - Os golfinhos! Na segunda viagem, ficamos no Renaissance Resort Okinawa. Estrategicamente escolhido por mim por causa dos golfinhos. Nosso encontro com os golfinhos foi lindo, os meninos amaram a experiência! Recomendo a todos com criancas! O encontro é pago e com tempo contado, mas vale cada iene gasto.


Clube da Nécessaire -Quais dicas você daria para quem está pensando em ir para Okinawa à passeio?
Satie - Alugar um carro é a opção mais barata de locomoção dentro da ilha, porém tomem cuidado com o trânsito! Muitas pessoas vão a Okinawa para fazer o "hatsudoraibu" ou seja para estrear no trânsito. 
Tenha em mente o tamanho da ilha e o tempo de translado entre os pontos turísticos, isso significa que quanto mais lugares você quiser visitar, mais tempo você ficará dentro do carro, limite-se aos de maior interesse. O lugar é lindo demais pra voce ficar dentro do carro.
O clima é ameno a maior parte do ano, mas se possível evite setembro, mês de maior intensidade de taifus, vários amigos foram nesse período e ficaram praticamente presos dentro dos hotéis.
De resto, Okinawa é um pedaço do paraíso no Japão, quem tem medo de sair do Japão, vá até Okinawa e aproveite a areia branca, água morna, sol e a temperatura maravilhosa!!

Muito obrigada pela entrevista Satie! Com certeza Silvia e eu iremos em breve para Okinawa, este paraíso no Japão!

Um beijo,

3 comentários:

  1. Que ótimo!Estou planejando ir para Okinawa no próximo feriado! Esse diário de viagem veio em boa hora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Diana, se for não deixe de nos contar suas impressões sobre o local :)

      Beijos

      Excluir
  2. Obrigada pelo espaco Amanda! Adorei as fotos que vc escolheu! Qdo for pra la me diga o que achou ta? beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu comentário, críticas ou sugestões para nós! É muito importante saber sua opinião!!
Muito obrigada por sua visita!