sexta-feira, 20 de julho de 2012

Sexta da Lis - Ser vaidosa é sinônimo de futilidade?

O que é ser fútil para você?

Primeiramente gostaria de dar um "oi" bem redondinho para todos os leitores do Clube e agradecer sinceramente pelos comentários e pelas respostas que temos recebido nos comentários dos posts que tenho o privilégio de publicar aqui. Obrigada de coração ;)



Agora vamos ao tema de hoje.  A charge é só para atiçar nosso raciocínio.
Você que é uma fissurada por uma pele bem feita, o batom muito bem aplicado e retocado a cada momento que percebe que ele se foi no copo... Você que malha bastante e segue uma dieta à risca para manter o corpo e a mente saudável, você que não abre mão de roupas impecáveis, não digo caras, mas bem apresentáveis, limpinhas, cheirosas e com o seu melhor estilo e os sapatos e as bolsas... Uau! A lista é infinita. Você se sente fútil? Vaidosa ao extremo? Alguém já te tachou como superficial, mente vazia, ou algo do tipo?

Bem, quem acompanha a blogosfera do universo feminino, talvez se sinta mesmo entre amigos, mas a realidade lá fora, talvez não seja tão amável. Eu por exemplo, quando passei a usar maquiagem todos os dias, fui ridicularizada, as pessoas achavam que eu só deveria usar uma base ou blush em épocas festivas, (pasmem) na balada, eventos sociais e tal. O máximo que elas aprovavam era o básico batom ou gloss, os outros itens eram tidos como desnecessários e sim, ouvi piadinhas do tipo: "para quê tanta vaidade, isso é futilidade." Expressões como essas me deixavam triste e pensativa e ao passo, que maquiagem, tratamentos estéticos e novos looks começaram a fazer parte da minha vida, fui percebendo que alguns me olhavam torto, mas eu me sentia cada dia mais confiante. Exatamente,  eu passei a confiar mais em mim, em meu bom gosto e fiquei feliz que tudo aquilo que eu vivia lendo e assistindo na blogosfera estava me transformando em uma pessoa melhor.


Achei interessante a definição de vaidade e aqui está: o desejo de atrair a admiração das outras pessoas. Uma pessoa vaidosa cria uma imagem pessoal para transmitir aos outros, com o objetivo de ser admirada. A vaidade é mais utilizada também hoje para estética, visual e aparência da própria pessoa. A imagem de uma pessoa vaidosa estará geralmente em frente a um espelho, a exemplo de Narciso. O que pelas lentes de alguns é asseio, glamour, fantasia, amor ao belo ou elevação da auto-estima, pelas lentes de outros pode ser (ou parecer) vaidade.
Já a definição de futilidade é: caráter, natureza daquilo que é fútil. Coisa fútil. Coisa de pouca importância.
Acredito que a maioria de nós não consegue enxergar maquiagem e cosméticos em geral como futilidade, e sim como aliados capazes de nos deixar mais belas, retardando o efeito da idade, nos deixando mais confiantes e com a auto-estima em alta. Isso não quer dizer que não tenhamos problemas, ou que a compra de um batom, ou de uma base Lâncome, transforme nossas vidas em um paraíso, mas o cuidado e o carinho que temos com cada uma de nós, nos ensina o quanto somos importantes e especiais para nós mesmos. É bem o que aquela frase tenta nos mostrar que para amar alguém, precisamos nos amar primeiro. Nós trabalhamos, estudamos, lemos muito, ralamos, temos filhos, somos mães, às vezes pais também, temos sonhos e corremos atrás deles, mas preferimos estar lindas, não é mesmo?

E vocês o que pensam a respeito desse assunto?

Deixem seus pitacos, beijocas e um ótimo final de semana!

Lis Tavares 

Acompanhe a Lis no twitter: @lea_lis
No blog: Flores de Lis 

19 comentários:

  1. Lis, você tocou num ponto importante, isso dá um mega debate!
    Eu sempre fui vaidosa, mas sem extremos, mesmo porque tudo o que eu ganhava, não era só meu, eu sempre ajudei minha mãe em casa, e praticamente terminei de criar minha irmã, tinha um bom salário, e pude garantir que minha irmã não passasse pelas privações que eu passei no início da adolescência. Depois já estabilizada, aos 19 anos , quando passei em um concurso público e cursando a faculdade, achei que era a minha hora, mas ainda sem excessos, normal, unhas cabelos, pele, impecáveis! Era bom me fazer este mimo, me cuidar, me sentir linda, que mal há?!
    E realmente as pessoas tratam como futilidade. Meu marido me entende e dá a maior força, pois, segundo ele, se EU estiver bem, feliz, me sentindo bonita, o reflexo se estende à tudo, até a nós dois, nossos filhos terão uma mãe de bem com a vida, nossos clientes serão atendidos por uma pessoa bem resolvida, sorridente... Acho que há uma linha bem tênue entre vaidade e futilidade. Tudo o que é excessivo passa a não ser bom. E ser vaidosa é ótimo. Não deixo que ninguém me chame de fútil...sei bem a diferença!
    Bjinho, amore AMO seus posts!
    Tenha um final de semana abençoado!!!
    Alê
    @ale_rms
    http://ale-dreams.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alê, fico muito feliz que você tenha gostado do post e ter dado esse depoimento maravilhoso. Com certeza sabemos a diferença e de verdade a vaidade na medida faz um bem danado. Obrigada pelo elogio, beijo grande!

      Excluir
  2. Otimo tema Lis,como sempre.
    Nunca fui muito vaidosa,como fui criada com meus primos sempre fui mais moleca,mais a vaidade começou mesmo depois dos meus 15 anos,que menina não gosta de estar arrumada?
    E eu acho que todo mundo tem que cuidar de si próprio e fazer uns agrados de vez em quando,eu faço isso sempre que dá,pois como eu ajudo em casa nem sempre sobra muito pra mim mesma,mas nem por isso me deixo de lado.
    Vira e mexe,sim eu vou trabalhar com um pouco de maquiagem,base,rímel ,lápis e batom,só acho meio exagerado que acorda 1 hora antes para se maquiar,como a gente trabalha em fabrica aqui no japão,eu acho um pouco desnecessario,mais se a pessoa esta feliz assim,quem sou eu para falar alguma coisa.
    Foi dificil converser o maridão de que tudo isso que eu fazia não era para chamar atenção de outros rapazes,mais sim pq eu me sentia bem e Feliz assim.Agora ele e tende super bem isso,só não gosta que eu exagere,mais tudo que é exagero não acho muito bom.
    Lis Amo seus post aqui no Clube,fico sempre ansiosa esperando por sexta.
    Ate o proximo post.
    Bjinhos
    Pri
    memonoto.blogspot.jp

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pri!
      Assim como você sempre fui um pouco vaidosa, mas a coisa cresceu mesmo depois da blogosfera. É ótimo nos sentirmos bem, e um carinho em nós mesmos é sempre muito bem vindo. Que bom que seu marido entendeu isso, tem gente que se arruma para os outros, mas quem se ama de verdade, se cuida pra si mesmo. Menina não deve ser fácil trabalhar tão duramente e usar maquiagem, aqui em Salvador é muito quente e não tem base que resista rsrs, mesmo assim, só saio retocada. Um beijo grande, muito obrigada pelo carinho e até mais!

      Excluir
  3. OLá Lis, eu confesso que só me descobri vaidosa há bem pouco tempo atras, tipo ha uns 10 anos atras... talvez por viver nun universo de pouca influencia a vaidade, ou seja... trabalho com 98% de colegas homens(dai eu nunca ficava sabendo qual a make do momento srrs),e tb de ter uma família desprovida de vaidade, nunca vi minha mãe usar um baton se não fosse pra ir a um casamento..., e não tive irmãs daí vc ja imagina o quão pouco de informação eu tive sobre esse mundinho delicioso que nos faz sentir tão princesas, e eu acho que não é futilidade não, salvo se os acessórios, os makes e a fins tem valor maior do que o recheio das pessoas, aí sim eu acho que é futilidade, mas no mais, eu acho que é ser cuidadosa consigo mesmo e não tem nada melhor que se sentir bem e bonita né!Bom vou parar por aqui senão escrevo um testamento srrsr, um bj e adorei o post!
    Patricia do encontrinhodemulher.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricia!
      Você disse tudo menina, muitas vezes o meio nos influencia tanto que pendemos para ser ou não vaidosa. Olha, eu amo comentários assim, pode ficar à vontade, o Clube é feito para vocês mesmo. A verdade é que, é realmente isso que diferencia a vaidade e a futilidade - o recheio, a personalidade de cada um. Se você se acha grande pelo que você tem ou pode ter, ou pelo que você realmente é!
      Um grande beijo

      Excluir
  4. na minha opinião só se torna fútil em dois momentos: 1- quando há exagero, leia-se quando vira um acúmulo/coleção de coisas que não vai se conseguir tirar proveito do custo-benefício, inutilizando e invalidando o objeto/serviço de realizar a função que deveria e 2 - quando você coloca isso na frente de questões mais importantes como pessoas, alimentação, saúde, bem-estar, segurança, responsabilidades, etc.

    do contrário acho que a "vaidade" tem que ser valorizada, porque é um investimento em si mesmo, na sua confiança e portanto em outras questões psicológicas. principalmente pra maioria das mulheres ocidentais e MUITO MAIS EM HOMENS. acho que subestimar o poder da imagem é um conformismo enorme e ignorar toda uma relação inevitável entre pessoas que fazem parte de uma sociedade e dependem da interação, que nem sempre é apenas feita através de palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rika!
      Sinceramente amei suas palavras. É isso que digo, invisto em minha imagem, em meu bem estar pessoal e psicológico com certeza. Afinal de contas a maquiagem, os cosméticos e os tratamentos estéticos melhoram minha aparência e consequentemente influenciam em meu humor e na minha auto confiança.
      Um grande beijo para você ;)

      Excluir
  5. Eu sempre fui vaidosa, não vou trabalhar sem minha maquiagem, e recebi muitas criticas sobre isso.Como você eu fui ridicularizada, me falaram isso: Nossa Dri!! Pra que tudo isso? Olha quanto dinheiro e tempo você gasta com essas coisas!!
    Se eu apareço com alguma coisa diferente, uma sombra, um batom ou qualquer outra coisa eu recebo critica,comentários desnecessários de uma colega.
    Mas eu nunca dei bola, e comecei a perceber que essas coisas que ela me falava era um pouco da inveja que ela tinha.
    Ela via eu todos os dias bem arrumada e as outras pessoas me elogiando, perguntando como eu fazia uma make, ou que produto eu usava.
    E ela não se arrumava em nada, tinha dias que parece que nem o cabelo ela penteava rsrsrs, ela tava desanimada com o marido, com a vida e descontava em mim.
    Amei seu post, me identifiquei muito.
    E acho que não é porque somos vaidosa quer dizer que somos fúteis e só pensamos nisso,a gente apenas se sente bem, é feliz assim!
    Temos que nos olhar no espelho e gostar do que vemos,porque se nos não gostarmos quem vai gostar? É claro sem os exageros porque cada tem sua beleza!!!



    makesealgomais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Driely!
      Menina nossas histórias são mesmo muito parecidas, é bem verdade precisamos nos cuidar, e nos amar, antes de qualquer coisa. Uma pena que alguns se incomodam por pura inveja, ou por não ter coragem de assumir uma vaidade sadia e revitalizante rsrs.
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Lis. Como sempre ótimo tema.
    Acho que por conta de tantos blogs (mal feitos e mal escritos) de maquiagem, moda e afins, que acabam criando falsas necessidades nas leitoras, que acabam induzindo a comprar sem pensar direito e ficar pensando somente no mesmo assunto o tempo todo. Como se não houvesse mais nda para fazer na vida, isso pra mim é fútilidade. Acho que quando a pessoa pensa que se não tiver isso ou aquilo que tal blogueira famosa mostrou ela não vai ser feliz, ou fica preocupada com que as outras vão pensar dela se ela não tiver.
    Acho importante toda mulher ter seu lado vaidoso. Mas quando isso se torna o centro de seus pensamentos, centro da sua vida, acho que já está fadada ser uma pessoa mega fútil.
    Vou te dizer uma verdade, é dificil achar pessoas com que você possa ter uma conversa sobre vários assuntos interessantes, que tenha uma opiniao formada e que possa acrescentar algo, sabe. Acho que até mesmo aqui no JP as pessoas super valorisam e estimulam a fútilidade.
    Beijão meninas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michele olá!
      Menina essa questão de futilidade vai muito além de beleza, maquiagem, tratamento e etc, mesmo. A educação, a formação da pessoa e os alvos da pessoa na vida é que vão indicar o nível de comprometimento dela com a própria vida e com a da comunidade em que ela vive. Obrigada por participar também aqui. Beijos

      Excluir
  7. Lis querida,

    Ótimo post! Eu nunca fui vaidosa, só agora com a ajuda de vocês e outras incentivadoras, posso dizer que sou vaidosa na medida certa.
    Este é um aprendizado que vocês me transmitiram, apesar do tempo que perdi, ainda, posso recuperar alguma coisa.
    Obrigada por tudo!

    Cláudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cláudia que ótimo que você está começando a gostar da boa vaidade, de se cuidar mais de separar um tempo só para você. É um bem que fazemos para nossa alma, pode crer. Beijos

      Excluir
  8. Ah, Lis, pra mim é fútil quem não tem consciência social, quem se limita a sua vida egoísta e mesquinha. Se essa pessoa usa maquiagem, ok, é fútil também, mas pelo caráter. Mas o importante é frisar que gostos não caracterizam futilidade, e sim o que se é que representa isso...

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dáfni!
      Prazer te ter por aqui sabia?
      Disseste tu em poucas palavras, é uma questão de caráter mesmo.
      Um grande beijo

      Excluir
  9. ah, o mundo... sempre insatisfeito com as mulheres! Se estamos maquiadas, somos fúteis. Se não nos maquiamos, somos desleixadas. Se falamos demais sobre maquiagem, não temos intelecto para debater economia. Se falamos sobre economia, somos umas chatas que não tem assunto leve para comentar. Vá entender...

    Eu também desagrado muitos dos meus colegas de trabalho, mas como não sou mulher de levar desaforo para casa, nunca ouvi nada pessoalmente. Acho um absurdo esta patrulha moral sobre como nós mulheres devemos nos vestir, agir e pensar.

    Olha teve a marcha das vadias aqui no Brasil (protesto bem humorado contra a ineficácia da polícia na prevenção e investigação de crimes contra a mulher, especialmente os crimes de estupro). Na minha cidade, temos um problema sério com a violência no campus universitário, em média, duas mulheres por mês são estupradas. Lá fomos nós protestar, todas de mini saia e batom vermelho, e sabe o que as pessoas comentavam? Poxa, o assunto 'até' é sério, mas mulher de mini-saia e batom vermelho não é... Brasil, 2012, cidade grande, supostamente civilizada.

    Voltando para a questão da maquiagem, é inacreditável o quanto tem gente conservadora e autoritária. Por que se todo o meu corpo é meu, o que importa aos demais se eu uso cores na minha cara?

    Aff... eu me irrito horrores com este padrão: seja mãe, trabalhadora, humilde e por favor, só bonitinha. Por que mulher muito bonita, não é séria. Não seja ousada, não critique demais, não grite demais, contenha-se, e todo aquele blábláblá que termina com alguém citando a famigerada música: 'Amélia é que era mulher de verdade'.

    Me diga, você acha que tem jeito do mundo esquecer do machismo e deixar cada mulher ser quem ela quiser ser, e usar o que ela quiser usar?

    As vezes acho que não tem jeito não. Mas não desisto...

    Um abç.

    ResponderExcluir
  10. Você é ''moralmente''tão antiquada a ponto de considerar vaidade feminina uma FRIVOLIDADE?Você já devia saber que as mulheres querem se sentir bonitas para se sentirem amadas.E querer sentir-se amada não é uma frivolidade.(Clarice Lispctor.livro,só para mulheres)

    ResponderExcluir
  11. Olá acho interessante essa questão da vaidade, porque quando vamos ao dicionário vemos a mesma como algo fútil, desejo imoderado de chamar a atenção e vejo que a pessoa vaidosa não é aquela que cuida da sua aparência com moderação e sim aquela que vai ao extremo em tudo com tudo relacionado a sua aparência, então não entendo porque consideram toda pessoa que se cuida como vaidosa, o vaidoso é presunçoso, arrogante é isso não combina com cuidar do corpo que é uma coisa boa, positiva é bem vista por todos!

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu comentário, críticas ou sugestões para nós! É muito importante saber sua opinião!!
Muito obrigada por sua visita!