sexta-feira, 23 de março de 2012

Sexta da Lis - Maquiagem Nacional : você valoriza?

Nacional X Importado


Acredito que boa parte de nós teve o primeiro contato com maquiagem  de origem nacional. Claro que sim, os batons da mãe, ou os glosses que ganhávamos de presente em épocas festivas, e que dizer dos lápis para olhos que encontramos em farmácias, ou nos diversos folhetos? O fato é que o tempo foi passando e começamos a descobrir maquiagens novas, produtos vindo de fora, ou ainda maquiagens feitas aqui com qualidade e com distribuição internacional. Avon, Natura, O Boticário, Duda Molinos,  Contém 1g, Água de Cheiro, L'áqua de Fiori, Elke, Vult, Koloss, Dailus, Jequiti... São dezenas de marcas, à nossa disposição. 
Dados de fontes confiáveis, mostram que o Brasil se tornou, em 2009, o maior mercado da gigante norte-americana Avon, desbancando a liderança histórica dos Estados Unidos. O Boticário, que tem 2,8 mil lojas no país, aumentou em 20% suas vendas no ano de 2008 e atingiu a receita de R$ 1,25 bilhão. A Natura cresceu 18,6% e encerrou o ano com faturamento líquido de R$ 4,24 bilhões.
No mercado global, o país subiu para a terceira posição em 2007, ao superar a França. Dados da Euromonitor mostram que em 2008 – os números de 2009 ainda não estão disponíveis – o país detinha 8,6% do mercado global. No setor atuam 1,8 mil empresas no país. O Paraná tem o terceiro maior polo produtor, com 155 companhias.


É válido lembrar que a uns 10 anos atrás, a qualidade e até mesmo a acessibilidade a marcas nacionais, deixava muito a desejar, contudo,  hoje nos deparamos com um quadro bem diferente. É muito fácil encontrarmos excelentes produtos para pele como as bases e corretivos da Tracta, ou ainda os primers muito bem falados da Contém 1g e Avon. Sem falar nos lápis para olhos da Toque de Natureza e da Natura, ou ainda as sombras muito bem pigmentadas da Yes! Cosmetics


 Mas, a qualidade é mesmo boa?

Essa é uma questão que deve ser muito bem avaliada. Marcas mais reconhecidas tem se preocupado bastante com a questão da qualidade e claro, em produzir produtos que não agridam nosso corpo, diminuindo significativamente o uso de substâncias que causam mal a nossa saúde.

E os preços, valem a pena?

Há uma discussão pela blogosfera à fora, a respeito dessa questão. Muitas vezes, o preço de um batom aqui no Brasil da Natura por exemplo, equivale a quase dois batons da MAC, mas tudo deve ser levado em conta, a acessibilidade, o conforto de comprar e já levar pra casa e o mais legal de tudo, poder experimentar antes de comprar. Geralmente quando compramos produtos pela internet ou com as blogueiras viajantes, não temos esse privilégio.

Porquê então compramos tanta coisa gringa? Porque preferimos passar um mês esperando por um pacotinho de uma site que vende NYX, Urban Decay, ou ainda a tão famosa MAC? Temos sim, muita coisa de qualidade, o garimpo é fundamental em qualquer marca, seja ela nacional ou internacional, o fato é que devemos analisar direitinho que muitas vezes temos muitos produtos à nossa disposição bem pertinho de nós e vamos buscar lá fora.

Pitaco da Amanda

O tema foi tão delicioso que não me contive e tive que vir aqui dar meu pitaco! Eu também gostaria de saber porque que as meninas daqui preferem pagar 5500 ienes (cerca de R$120,00) numa base da Natura ou O Boticário quando temos bases da Shiseido por 1000, 1800 ienes??? O "nosso" nacional (considerando nossa residência atual) também não merece destaque aos nossos olhos???
Dia desses, vi num catálago de uma revendedora Natura algo que me chocou:  um simples lápis para olho custava a bagatela de 3800 ienes (cerca de R$85,00) quando na verdade o preço real não chega a R$25,00! Custos de "importação"? Seria algo a se cogitar se realmente tivessem sido "importados" com a papelada anexada e tudo mais, mas sabemos que trata-se do mesmo caso das meninas que vão aos EUA buscar make. Umas podem vender o tão falado Aussie de $3 a R$30,00 outras a R$100,00. O que é justo? Isso é o que cada um define!
Afinal: o que é "IMPORTANTE" e o que é "RELEVANTE", duas coisas bem distintas, é o que realmente conta na hora de fazermos nossas escolhas. 


Me contem o que vocês pensam a respeito desse assunto meninas! Lembrando que é só uma opinião pessoal e que vocês podem discordar ou concordar, exprimindo seus argumentos.
Beijocas e até a próxima!
. Dados retirados da Gazeta do povo

Lis Tavares

Acompanhe a Lis no twitter: @lea_lis

19 comentários:

  1. Olá meninas.
    Eu, por mais que queira experimentar os produtos "gringos" da MAC etc, mas ADORO as marcas asiáticas. Não tem comparação, pelo menos para quem mora aqui no Japão compensa muito mais usar maquiagem japa ou koreana mesmo, e a qualidade não cai.
    O mesmo para quando estou no brasil, acabo comprando lá os produtos da boticário ou natura, por exemplo, pois são mais em conta, e no fundo, as marcas mais badaladas não pecam em qualidade não.
    Bom, sou suspeita para opniar já que comecei a usar cosméticos e maquiagem à pouco....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mikan eu tb adoro marcas asiaticas, inclusive gostaria de conhecer ate mais fora as japonesas e sul koreanas, deve tervmuita coisa boa nios esperando por ai ne?
      Beijos

      Excluir
  2. Acho que é justamente por darmos "preferencia" as marcas internacionais que os fabricantes de maquiagem nacional começaram a se preocupar com a qualidade. Mas aumentou a qualidade, aumentou os preços #fato

    E aqui no Japao, como a Amanda mesmo disse, alguns produtos nacionais (pra nos) sao absurdamente mais caros!
    Qdo cheguei paguei quase 3500 ienes por um creme da Natura pq nao sabia como escolher um japones pro meu tipo de pele. Acabou que o creme nao reagiu da mesma forma do brasil (me falaram que pode ser por causa do clima) e agora ele esta encostado na penteadeira. Hoje, prefiro comprar Body Shop por exemplo, vc pode ir na loja, experimentar os produtos por um preço mto mais acessivel!

    Otimo post!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Natinha, realmente o que vemos aqui com relacao a Natura por exemplo eh quase um roubo neh????? Um creme anti idade custando 8 mil sendo que no Brasil nao sai nem metade!!!

      Beijosssss

      Excluir
  3. Eu acho que, em termos de maquiagem, cuidados para corpo, nós temos opções nacionais tão boas quanto as de marca internacionais. Eu mesma comprei o famigerado lápis da Urban Decay achando que fosse "O" lápis mesmo, mas existem "n" opções tão boas quanto.

    Somente em relação a cuidados com o rosto é que eu acho que as marcas nacionais ficam devendo. Já experimentei de várias marcas nacionais e nenhuma me apresentou uma relação custo x benefício eficaz.

    Acho que há, em grande parte dos casos, uma espécie de "glamurização" quanto a produtos internacionais, não que necessariamente eles sejam melhores. Hoje, eu valorizo muito mais a qualidade a preços justos do que o valor de uma marca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvia concordo com vc, eu tambem jah comprei muita coisa badalada e ao comparar com produtos nacionais fiquei ate decepcionada!
      Um super beijo!

      Excluir
  4. mas é por isso que não compro mais nada no país. ;) por que eu vou querer pagar mais caro por algo de qualidade inferior? afinal discordo que o mercado tenha tido melhoras significativas, como a maioria do que é produzido aqui, a qualidade decai e os preços só aumentam para gerar mais lucro. desde a embalagem até o atendimento - tudo é precário.
    a única marca dentre as citadas que eu acho "aceitável" é a natura, mas ainda assim na relação custo-benefício continua perdendo pras marcas importadas na minha opinião.
    as pessoas são treinadas a se contentar, e isso eu acho que deve ser cultural (vide política). na internet as opções são infinitas, não precisamos mais disso. :)

    ResponderExcluir
  5. Creio que a internet so ajudou as empresas nacionais perceberem que sao evoluirem ficarao para tras. Muita coisa melhorou, outras nem tanto, mas infelizmente caminhamos a passos pequenos rumo a qualidade que realmente desejamos.
    Muitos importados agora estao mais acessiveis a nos e isso so tende a aumentar, o que para nos consumidores eh lucro, jah que com a concorrencia acirrada, o consumidor pode sair ganhando bem mais!
    Obrigada por comentar e um super beijo!

    ResponderExcluir
  6. Nacional ou importado, para mim o que importa (além do valor, que determina acessibilidade, certo?)é a qualidade, segurança e se o produto cumpre o que promete. O que me parece é que ainda não temos muitas marcas nacionais que invistam pesado em linhas de maquiagem como uma MAC da vida, que lança mais de uma coleção no mesmo período.

    Ando numa fase de experimentar produtos, sejam eles nacionais ou importados, sem preconceitos!

    Evie
    www.quantidadesuficientepara.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Acho que todas tem um pouco de razão em seus comentários... Pelo que percebi a ótica é indiscutivel, uma vez que cada uma tem um tipo de pele, condição financeira e residência diferentes. Acho que na verdade o que importa é o custo x benefício (qualidade), e ainda....fala sério! Qual mulher não quer ter um dia de extravagância, muitas vezes compramos aquele produtinho daquela marca famosa, precinho exorbitante nem que seja pra dizer..."Usei um Chanel e não gostei", por exemplo.
    Enfim...o que vale é com o que vc quer gastar (investir) seu suado (ou não) dinheirinho.
    Adorooo o blog!

    ResponderExcluir
  8. Acho que todas tem um pouco de razão em seus comentários... Pelo que percebi a ótica é indiscutivel, uma vez que cada uma tem um tipo de pele, condição financeira e residência diferentes. Acho que na verdade o que importa é o custo x benefício (qualidade), e ainda....fala sério! Qual mulher não quer ter um dia de extravagância, muitas vezes compramos aquele produtinho daquela marca famosa, precinho exorbitante nem que seja pra dizer..."Usei um Chanel e não gostei", por exemplo.
    Enfim...o que vale é com o que vc quer gastar (investir) seu suado (ou não) dinheirinho.

    ResponderExcluir
  9. Que saudades de ti querida! Adorei o post Lis!
    Outro dia a Claudinha Stoco tava até comentando sobre isso no twitter e ela estava dizendo uma coisa que também concordo,ela dizia algo assim: ninguém duvida que a qualidade e variedade das marcas nacionais melhoraram muito, mas o custo elevado faz com que as consumidoras realmente pensem se vale a pena investir em um produto nacional que tem praticamente o mesmo (ou às vezes até maior) preço de algumas marcas importadas. Ela ainda completou dizendo: Não é querer que as makes nacionais sejam vendidas à preço de banana, mas considerando que são nacionais, poderiam ter um valor que incentivasse mais o consumo das brasileiras. Concordo plenamente.
    E realmente, Natura aqui no Japão tem um preço exorbitante, não dá coragem de comprar! Uma pena também, pq como estamos do outro lado do mundo, é CLARO que ficamos sempre curiosas pra testar as novidades que vcs divulgam das marcas aí da terrinha! =(

    Beijo linda

    ResponderExcluir
  10. Oi Lis e Amanda! ^^ Que post bacana!
    Esse tema cutuca mesmo ne...rs
    Ha sim opcoes brazucas , eu mesma ando apaixonadinha por alguns poucos itens do Boticario, voces sabem que amo as sombras DM, Yes... Mas base eu ja nao encontro nacional.
    Quando morei longos 10 anos no JP eu nem lembrava de Boticario e Natura. De bbb a top no JP, eu amava tudo!
    Mas aqui no BR a coisa complica muito... Se o nacional tem qualidade razoavel, custa caro (Boticario). Se for bbb, embalagem lixo.
    Mas, sempre e bom estarmos preparadas para tempos de "seca dos importados". Eu compro em duty free, sites que entregam em no maximo 15 dias (30 eu nao topo) e vou me virando. Mas continuo achando muito injusto tudo: tanto nacionais como importados para as brasileiras. =(
    bjo
    Suzue

    ResponderExcluir
  11. Sinceramente? Não entendo de maquiagem, mas de modo geral, não chegaria nem perto de cosmético brasileiro morando no Japão ou em outro país da Ásia. Não que exista algo de errado com eles, mas também não há nada de especial.

    Generalizando, não dá para comparar a tecnologia que uma marca japonesa investe (e não só de cosméticos) com uma brasileira. Se você procurar estudos publicados, por exemplo, pela Shiseido, vai encontrar por volta de 400 até o momento. Se procurar estudos publicados pela Natura, vai encontrar por volta de 3 - e praticamente irrelevantes.

    Digo mais: ainda generalizando, até cosméticos americanos e europeus podem deixar a desejar em relação aos japoneses e sul-coreanos. Uma vez mostrei a fórmula de uma espuma de limpeza da Bioré - que no Japão é super barata - a um formulador de cosméticos americano muito experiente. Ele falou que o custo das fórmulas não permitiria que o produto fosse vendido como popular nos EUA.

    ResponderExcluir
  12. Meninas, como as coisas da natura aí são caras!
    Realmente algumas marcas estão melhorando a qualidade do produto, mas o problema ainda continua sendo os preços, hoje prefiro comprar com blogueiras que viajam, pois acaba saindo quase o mesmo preço da marca nacional. Com a internet, e a facilidade de comprar fora, acho que as empresas nacionais acordaram, pois seu eu posso pagar (exemplo ok?) 53,00 Reais, num blush de uma marca nacional, junto mais vinte reais e compro um blush da M.A.C na blogosfera, isso eu já vi, compensava muito comprar o "gringo". Já disseram que os produtos nacionais ficam mais caro por conta da embalagem, isso eu não sei, nem tenho o menor conhecimento para isso. As marcas que ainda me agradam a comprar são: vult, contém 1g (batons matte), Duda Molinos(ficou caro), natura, Dailus (algumas coisas), Toque da natureza( o lápis é muito bom).

    ResponderExcluir
  13. Gente, acho que meu comentário sumiu!

    ResponderExcluir
  14. Olá, eu trabalho com Avon aqui do Japão e posso dizer que em termos de tudo os produtos japoneses são melhores, pois são adaptados para o clima e nossos costumes alimentares aqui. A nossa pele aqui e no Brasil fica totalmente diferente, nosso ritmo de vida é diferente, vivemos com luzes fluorescentes na cara quase o dia todo, ficamos mais estressadas, precisamos de mais do que um creme comum somente!!
    A Natura tem produtos que podem ser usados aqui sem problemas, alguns que quase não se vendem por aí, como os óleos corporais, mas creme anti-idade os daqui não tem comparação.
    Seu blog está nos meus favoritos no meu Blog querida! Sinta-se à vontade para visitá-lo e adicioná-lo! http://avonbeautyjapan.blogspot.jp
    bjinhos!!

    ResponderExcluir
  15. Há boas marcas nacionais baratas, mas as mais tradicionais costumam ser caras.
    Comprei muita maquiagem nacional e da Avon quando comecei a me maquiar, porém hoje em dia levo vários fatores em consideração: preço, benefícios, livre de alérgenos.
    Na época usava o que tinha ao alcançe e dependia da minha mesada. Com isso acabei usando vários produtos que achei ruim pela duração ou porque me causaram alergia.
    Hoje em dia tento ser mais atenta a esse aspecto, por isso acabo comprando sim alguns importados.
    Mas há muita maquiagem nacional boa!
    A vult por exemplo é uma baratinha que funciona. A linha do Duda apresenta um qualidade maior e mais variedades de cores para sombras, e batons clássicos.
    Tracta eu não gostei. Não curti os batons, corretivos, sombras. Muita coisa me deu alergia.
    A YES vem mudando muito também nos últimos anos, investindo nos produtos e mudando embalagens. Está produzindo sombras ótimas.
    A Contém 1g, que muita gente adora odiar, também mudou bastante. Quem lembra sabe que a marca investia pesado em perfumes (tipo a YES) mas que de alguns anos para cá parou com os perfumes para investir apenas nas maquiagens, e a qualidade está ótima! Adoro os batons de lá, só acho que eles perdem para o cheiro dos da MAC, porque no quesito cor acho alguns até mais bonitos. Só a parte de pele que não compro, bases, pós. Acho caro e não gostei dos produtos. Por isso compro outros. Mas o primer deles foi o melhor que testei até agora.
    Natura não compro faz tempo, pelo menos a linha de maquiagem. Acho caro e com duração ruim. Além disso todos que testei me decepcionaram. A linha corpo sempre fico receosa pois já tive alergia a vários produtos da marca. Avon mesma coisa.
    Já a Boticário tem duas linhas de maquiagem, e sinceramente não gosto muito da Make B. Embalagens lindas, qualidade deixa a desejar. Também vivo um dilema de amor e ódio com as máscaras da linha. Já a Intense é bem baratinha e muito boa. Mas para a linha corporal sou só elogios. Amo os xampus da marca.
    No fim é tudo questão de qual tipo é ideal para você e seu bolso.
    Hoje em dia posso investir em coisas um pouco mais caras, e geralmente faço isso quando sei que o produto é bom e não irá irritar a minha pele, ou seja, sem desperdícios de produto! Me preocupo já que maquiagem estará em contato com a pele o dia todo, precisa ser algo muito bem avaliado.
    Acho que isso de preconceito porque é nacional uma bobagem, o que tem que ser avaliado é a qualidade do produto e não a origem/embalagem/marca.
    Vivo babando nas resenhas de produtos japoneses que vocês postam e testaria sim, assim como também vivo testando coisas brasileiras.
    Porém o que é bom a gente elogia, o que é ruim não dá para manter por muito tempo.
    No final uso desde bbcream coreano, corretivo da MAC, a sombras da YES que adoro!

    PS: Desculpem o comentário giga!

    ResponderExcluir
  16. eu acompanhho um pouco esse blog e nunca comentei nada ,mas acho que vcs se incluem nessa ne meninas ,vcs moram ae mas me decepcionam pois pois 80% produtos que vcs mostram aqui é da Lâncome ,MAC ,Ester Lauder,L'occitane bla bla bla,sendo que ae mesmo tem marcas bem melhores como a Amore Pacific ,Sulwhasoo,Innisfree ,Jill Stuart ,Integrate,Naruko e tantas outras milhares de marcas orientais ,obvio que ae vai do gosto de vcs ,mas ja existem tantos blogs que ja falam desses produtos que vc bem que poderiam fazer a diferençaenfim se eu morasse ae nem pensaria na cogitação de comprar Natura, Boticario e Avão

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu comentário, críticas ou sugestões para nós! É muito importante saber sua opinião!!
Muito obrigada por sua visita!