terça-feira, 30 de maio de 2017

Quando recomeçar é necessário

Voltamos :)
Nossa como faz falta atualizar esse espaço! :)
Muitos já notaram a mudança no nome e acho que nada mais justo do que começar essa nova fase explicando o porque desta mudança. 

O blog Clube da Nécessaire surgiu em 2009 com um objetivo muito diferente do que ele acabou se tornando. Nós (Silvia e eu) tínhamos a intenção na época de produzir um podcast já que era (e ainda é) uma das mídias que mais gostamos de consumir. O blog serviria apenas como plataforma para divulgar nossos programas. Contudo, o tempo foi passando e muita coisa mudou. O podcast nunca saiu do papel e o blog acabou se transformando em uma grande colcha de retalhos, falando de tudo um pouco mas sempre tentando manter o máximo de qualidade possível.
Passamos pela fase de falar sobre cosméticos, de produtos japoneses em geral; muito também foi falado sobre viagens e intercâmbio. 


Com o decorrer dos anos acabei sentindo que o nome do blog já não refletia fielmente o conteúdo dele, uma vez que sempre quis atingir todos os públicos e muitos homens acabavam não se sentindo tão à vontade ao curtir um blog com um nome feminino e de nicho tão restrito. Afinal, nossa idéia nunca foi a de ficar presa num tema só.
Falar sobre cosméticos era muito bom mas nunca quis que o blog fosse resumido à somente "mais um blog de beleza". Muito pelo contrário. 
Após algum tempo e amadurecimento, percebemos que abordar outros temas do nosso interesse acabava sendo até mais prazeroso do que tratar única e exclusivamente de beleza. Mesmo por que, isso tem ligação direta com meus princípios e no que acredito. Na minha percepção, a mulher não é definida somente pela base ou pelo batom que usa; muito menos por uma roupa ou acessório. 
Falar do universo feminino é algo extremamente lucrativo hoje em dia, mas percebi que o "meu" universo feminino não era o mesmo que o de muitos outros blogs deste nicho. Não existe o certo ou errado. O bom e o ruim. Existe o que é legal para você e o que já não é mais. 
Ter uma coleção de batons da MAC ou saber a tendência de cores para a próxima estação não resumem os meus interesses, e querendo ou não, um blog tem que refletir a essência de quem o escreve. 


Hoje, acredito muito que podemos falar de tantos outros assuntos e mesmo assim não perder o foco principal: crescimento pessoal. Sim, para mim este blog tem como intuito principal acrescentar algo de útil para qualquer pessoa que o leia.
E ter esse princípio bem claro foi fundamental para essa mudança de nome. De Clube da Nécessaire para agora, Ajuste a Rota!
A todo momento estamos passando por fases na vida. E consequentemente, desafios surgem à nossa frente. Muitas vezes nós temos problemas para resolver, dificuldades para superar e aprendemos a nos "ajustar" à certas situações para conseguir seguir em frente. 
E em alguns casos, quando nos "ajustar" às situações já não nos levam mais aos nossos objetivos, resta-nos "ajustar" um novo caminho para trilhar. 
O Ajuste a Rota nasceu desta idéia. De sempre estarmos seguindo em frente, rumo aos nossos sonhos, superando desafios, seja nos ajustando às situações ou ajustando as situações à nós. 

E a vida não é assim? Recebemos limões e cabe a nós fazer uma deliciosa limonada! 

Bem vindos à essa nova fase do blog! A essência em si não muda, só está renovada! 

Um abraço,

Amanda 

quarta-feira, 29 de março de 2017

O Festival das Tulipas no Kiso Sansen Park!


O Kiso Sansen na cidade de Kaizu, prefeitura de Gifu, é sem sombra de dúvidas um dos parques mais populares para quem mora na região de Tokai. Designado como parque nacional do governo, ele localiza-se ao longo de três rios: Kiso, Nagaragawa e Ibi.

O parque possui 13 áreas, uma torre de observação e área de recreação para crianças.



Começou no dia 27 de março e vai até 16 de abril o Festival das Tulipas no Kiso Sansen! 
E o melhor: entrada gratuita!  
Horário de funcionamento: segunda a sexta 9: 00 até 17: 00. Sábado e domingo, 8: 00 até 18: 00.
Mais informações AQUI

Aproximadamente 260.000 tulipas de 125 tipos podem ser vistas no parque.   
A área foi criada de maneira com que recrie os campos de tulipa da Holanda. Até moinhos de vento em miniatura são colocados no meio dos campos!

Como chegar




Bom passeio!

Amanda

terça-feira, 28 de março de 2017

O maior jardim de rosas do mundo - Flower Festival Commemorative Park




O Flower Festival Commemorative Park, ou HANAFESTA, está localizado na província de Gifu e é considerado um dos pontos mais bonitos da prefeitura. O parque abriga dois jardins, o World Rose Garden e o Rose Theme Garden. Juntos eles somam cerca de 30.000 roseiras, 7.000 variedades, sendo considerado o maior jardim de rosas do mundo!


O local exibe rosas de diversos países como Inglaterra, França, Estados Unidos e Japão. 
Os visitantes podem conferir de perto toda a beleza das cores, formas e fragrâncias de diversos tipos de rosas além de ser um passeio bem gostoso para fazer com toda família.
 

A maioria das rosas do parque florescem entre o final de maio até o início de junho e as variedades de rosas do outono podem ser apreciadas no final de outubro até o início de novembro. À medida que a temperatura cai, as rosas se tornam ainda mais perfumadas e coloridas.


A partir do dia 13 de maio até 18 de junho será realizado no parque o Festival das Rosas, que contará também com um espaço para café e lanches rápidos.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento: 9:00 am-5:00pm (de abril a novembro)
Última admissão é meia hora antes de fechar!

Horário especial para o Festival das Rosas
De 13 de maio a 18 de junho, sábado e domingo: das 8: 00h às 18: 00h
Fecha na terça-feira (Se a terça-feira cair em um feriado, no dia seguinte o parque estará  fechado)

Taxa de admissão

Adulto: 520 ienes
Crianças: gratuito
*poderá sofrer alteração de valor durante os dias do festival. (em 2016 o valor subiu para 1000 ienes para adulto, criança gratuito)

* Não são permitidos animais (exceto cães guia para deficientes)
Mais informações em http://www.hanafes.jp/


Como chegar


Bom passeio!

Amanda

segunda-feira, 27 de março de 2017

Uma tarde em Echizen!


A cidade de Echizen está localizada na província de Fukui, na região de Hokuriku. Sua população é estimada em cerca de 23.000 pessoas e a cidade é resultado da unificação de 4 aldeias durante o período Heisei: Echizencho, Odacho, Miyazakimura e Asahimachi. E assim nasceu a nova "Echizen-cho". 

Echizen é uma cidade portuária conhecida nacionalmente pelo seu famoso kani e por seu narciso.
Além disso, as artes tradicionais de cerâmica de Echizen foram mantidas vivas com um dos seis fornos mais antigos do Japão ainda em funcionamento. 

Linda vista da costa de Echizen



Para quem quer desfrutar de uma atmosfera diferente que carrega muita tradição, Echizen é perfeita. A cidade não é grande mas atrai anualmente mais de 2 milhões de turistas em busca da sua famosa gastronomia e sua água que muitos dizem ser uma das mais puras do Japão. Além disso a região é repleta de onsen sendo uma das fontes de renda da região.

Kani com arroz
Camarão, polvo e lula frita


Um roteiro interessante é começar apreciando a gastronomia local na parada Michi no Eki Echizen. Lá você poderá desfrutar de frutos do mar fresquinhos com preço acessível. (tem informação com mapa e telefone  AQUI e AQUI)
Após experimentar o sabor da cidade, hora de conferir sua famosa flor, o narciso.
Os narcisos de Echizen florescem lindamente no frio. A sua costa faz parte dos três principais locais de nascimento do narciso japonês, com uma área de 60 a 70 hectares, a maior do Japão.
Um local muito interessante para visitar é o Echizen Misaki Suisen Land,  um belíssimo parque que conta com um dos pontos mais bonitos para apreciar o por do sol!


Fomos conferir de perto a iluminação especial do parque que ocorre até o dia 28 de maio com entrada gratuita!

 Os narcisos são lindos e adornam todo o local!










O mais interessante é o tipo de iluminação utilizada neste evento. Eles fabricaram o chamado "Pettobotaru", uma espécie de "vaga-lume" em garrafa pet! A tecnologia combina um mini painel solar e LED e a cada 30 minutos a cor muda entre branco, dourado para verde, roxo e outros tons. 


 A dica é: chegue cedo para poder pegar vaga no estacionamento e conferir o por do sol e acender das luzes. Abaixo é possível conferir no gráfico a previsão do horário do por do sol de acordo com o dia.






 Como chegar




Mais informações em:


Bom passeio!

Amanda

segunda-feira, 13 de março de 2017

O belíssimo China Friendship Garden!

 China Friendship Garden no auge da primavera















Uma das coisas mais incríveis do Japão é a possibilidade de descobrirmos locais lindos "perdidos" no meio da cidade.  O post de hoje é para falar de um cantinho bem aconchegante na província de Gifu, região central do país.













O Gifu Koen está localizado na base do Monte Kinka e acredita-se que os senhores do castelo de Gifu, Dosan Saito e Oda Nobunaga, fizeram sua casa nesta área. O local abriga jardins, museus e um teleférico que dá acesso ao castelo. 
É um lugar perfeito para apreciar a primavera ou o outono mas eu achei um espaço muito gostoso em qualquer época do ano, as crianças podem correr, brincar e ainda aprender um pouco da história local.













No lado do leste do parque, há uma pagoda vermelha que está entre as árvores da montanha. Foi construída em 1916 em comemoração da ascensão do imperador Taisho ao trono.

Foto tirada ontem, 12 de março














Mas certamente o lugar que achei mais fotogênico foi o jardim da amizade entre Japão e China. Este jardim é conhecido como um dos melhores pontos para observação das flores de cerejeira em Gifu.
No início de abril, todo o parque é lindamente colorido por um rosa intenso das cerejeiras.

O parque em meados de abril
Ou seja, para quem deseja fotografar ou mesmo somente apreciar a beleza da sakura, vá ao parque no início de abril! (pode mudar de acordo com o tempo, mas fica entre final de março e começo de abril geralmente)
Vale a pena também pegar o teleférico para conhecer o castelo de Gifu, onde é possível apreciar uma vista linda de toda cidade!

Vista da cidade de Gifu
O castelo de Gifu foi construído primeiramente pelo clã de Nikaidō entre 1201 e 1204 durante o período de Kamakura. 
Originalmente chamado Inabayama Castelo (稲 葉 山城 Inabayama-jō), o Castelo de Gifu passou por um grande número de reparos ao longo de várias gerações. Embora fosse famoso como um castelo fisicamente poderoso, ele já foi tomado uma vez por apenas dezesseis homens.

Durante o período de Sengoku o samurai Takenaka Hanbei foi ao castelo para visitar seu irmão doente. Na realidade, ele foi não para visitar mas sim para matá-lo. Saitō Tatsuoki, o senhor do castelo foi atingido por seu próprio irmão mas ele estava muito confuso e acreditou que na verdade era um exército inimigo que estava atacando-o e fugiu. Hanbei tomou o Castelo Inabayama com relativa facilidade. Porém, mais tarde, Hanbei devolveu o castelo a seu irmão Tatsuoki, só que este acabou mal visto por ter fugido quando fora atacado.

A vista do castelo durante a subida



Em 1567, Oda Nobunaga sitiou o Castelo de Inabayama.  O cerco levou cerca de duas semanas e depois que seu senhor Tatsuoki foi derrotado, Nobunaga reivindicou o castelo e o transformou em sua principal base de operações.

Nobunaga renomeou a fortaleza para "Castelo de Gifu", seguindo um exemplo definido por uma antiga prática chinesa. Nobunaga então renovou o castelo deixando-o muito mais impressionante e grandioso. Luis Frois, renomado missionário jesuíta de Portugal, foi pessoalmente convidado por Nobunaga para visitar o castelo. Depois de uma curta estadia em Gifu, Frois elogiou a extraordinária beleza do local!

Também chamado de "Daimyo-dokei" ou o "Wa-dokei". O relógio ocidental foi introduzido quando Francisco Xavier presenteou o senhor das terras de onde hoje é Yamaguchi ken. Os japoneses acharam complicado a princípio e decidiram então personalizar com o desenho dos 12 animais do zodíaco japonês junto aos números.
















Como chegar 




Para conferir os horários e preço do teleférico acesse http://www.kinkazan.co.jp/goriyou.html


Bom passeio!

Amanda